Território e valores patrimoniais

O território de Cacela, hoje inserido na freguesia de Vila Nova de Cacela, concelho de Vila Real de Santo António, caracteriza-se pela riqueza e diversidade dos seus valores patrimoniais e unidades de paisagem. No litoral, Cacela Velha, Qast’alla islâmica, terra natal do poeta berbere Ibn Darraj al-Qastalli (958-1030), foi, entre os séculos X e XIII, um porto costeiro do Garb al-Andalus e um núcleo urbano importante na região, centro de um distrito rural bem povoado. Escavações arqueológicas realizadas no sítio do Poço Antigo, fora de muralhas, puseram a descoberto, sob um cemitério cristão, vestígios de um bairro residencial islâmico do período almóada (1ª metade do séc. XIII). Em 2007, no Largo da Fortaleza identificaram-se estruturas da medina, especialmente as pertencentes à habitação do cádi, circundada por silos de grandes dimensões, com um riquíssimo espólio cerâmico associado. Vestígios que têm permitido uma aproximação ao quotidiano dos seus habitantes e à sua história enquanto lugar estratégico nas grandes rotas culturais e comerciais do Mediterrâneo Antigo.

O barrocal com antigas quintas e fazendas envolvidas por hortas, laranjais, campos de alfarrobeiras, amendoeiras e figueiras, já assim descrito pelos geógrafos árabes, testemunha uma paisagem cultural sucessivamente modelada pelo homem, pelo menos desde o período romano com a introdução de tecnologia hidráulica (barragens e elementos de elevação de água) para a irrigação das suas férteis villae, posteriormente desenvolvida e difundida no período islâmico.

Santa Rita marca a fronteira entre as terras do barrocal e a serra. É uma povoação antiga, conhecida pela produção de cal, tradições oleiras e pelas “curas de Santa Rita”, com as casas em torno de ermida setecentista dedicada à Santa das “causas impossíveis”. Em torno da aldeia de Santa Rita, conhecem-se importantes testemunhos megalíticos. Devem-se ao arqueólogo Estácio da Veiga, nos finais do séc. XIX, as primeiras notícias sobre o património megalítico de Cacela, com a publicação dos achados provenientes dos túmulos de Nora e Marcela, classificados como Monumentos Nacionais mas hoje, infelizmente, desaparecidos. O túmulo pré-histórico de Santa Rita, recentemente identificado, representa um dos últimos testemunhos megalíticos melhor conservados da região. Trabalhos arqueológicos permitiram a caracterização da estrutura arquitectónica, ritual funerário, aproximação à cronologia, caracterização da paisagem e estudo da estrutura social.

A norte, nos montes e alcarias da serra, o casario e dependências associadas testemunham uma arquitectura rural marcada pelo relevo, clima, tradições culturais e matérias-primas oferecidas pelo meio.Serra de cacelaCacela_velha

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s