Tagged: alimentação

Apresentação do livro “O que comiam os nossos avós?” (23 Novembro, Sábado, 17h na Biblioteca Municipal de VRSA)

LIVRO “O QUE COMIAM OS NOSSOS AVÓS? A ALIMENTAÇÃO NO SOTAVENTO ALGARVIO” DEVOLVE OS RESULTADOS DE PROJECTO QUE ENVOLVEU A COMUNIDADE EDUCATIVA DE VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO

Apresentação ao público no dia 23 de Novembro (Sábado) pelas 17h na Biblioteca Municipal Vicente Campinas em Vila Real de Santo António.

Apresentação do livro "O que comiam os nossos avós?"

De que forma o que comemos se relaciona com os recursos disponíveis no território? Que trocas de produtos se estabeleciam em tempos idos entre os pescadores do litoral, os camponeses do barrocal e os montanheiros? Como é que a sazonalidade e o ciclo agrícola marcavam a alimentação ao longo do ano? Como se conservavam os alimentos do mar e da terra? O que se comia e como se comia nos dias festivos (o Entrudo, a Páscoa, os Santos Populares, o Dia de Todos os Santos, o Natal,…)? Como eram as nossas cozinhas, como que se cozinhava no lume de chão junto à chaminé e o que se cozia no forno de lenha? Oque resta do nosso antigo receituário na memória dos mais velhos? Encontrará resposta para estas e muitas outras questões no interior do livro “O que comiam os nossos avós? A alimentação no sotavento algarvio”, editado pelo Município de VRSA, que será apresentado ao público no próximo dia 23 de Novembro (Sábado) pelas 17h, na Biblioteca Municipal.

O livro reúne tradições, receitas, ilustrações e experiências realizadas pelas crianças de Vila Real de Santo António que participaram entre 2010 e 2012 no projecto educativo “O que comiam os nossos avós? A Alimentação no Sotavento Algarvio”. O projecto explorou antigas tradições alimentares, na sua ligação ao território, ciclo agrícola e calendário festivo. Arrancou com a apresentação de diaporama sobre a alimentação no Algarve e com a entrega de fichas de recolha de receitas e guiões de entrevista que as crianças aplicaram junto de familiares (pais, tios, avós). Saídas de campo propiciaram contacto com alguns dos mais importantes ciclos alimentares da região (o pão, o azeite, o porco, a sardinha, o atum e a sua conserva, o figo, os citrinos, o leite e o queijo, o mel, os doces de amêndoa, as compotas…). O projecto contou ainda com sessões de conto popular e tradições orais relacionados com a alimentação. Nas oficinas “Casas de fogo” as crianças foram desafiadas a criar miniaturas de antigas cozinhas da nossa região, desde a estrutura das chaminés ao mobiliário e utensílios. No mini-curso “Cozinha dos avós” os avós partilharam e confeccionaram com os mais novos algumas receitas como açorda de galinha, barriga de atum com feijão branco, carapaus alimados, xarém com conquilhas, griséus com ovos, doces de laranja, amêndoa e figo, filhóses…

Um livro escrito a muitas vozes e ilustrado a muitas mãos. Resultado de um trabalho colectivo, ao longo de dois anos, que envolveu crianças, pais, avós, professores, auxilares de acção educativa e os técnicos de património cultural do CIIPC/CMVRSA. Uma viagem ao mundo das antigas tradições alimentares que importa manter vivas.

O livro estará à venda pelo valor de 5€ e será também disponibilizada para download uma versão digital através dos sites da CMVRSA e do Agrupamento de Escolas D. José I.

Convidam-se a participar todos os interessados e, muito especialmente, as crianças, professores e familiares que estiveram envolvidos do projecto.

Anúncios

Tradições alimentares no Algarve Rural – Passeio pedestre no dia 6 Julho (Sábado)

Continua em Julho, a 7ª edição do ciclo de passeios pedestres de interpretação da paisagem “Passos Contados”, com o percurso:

 

TRADIÇÕES ALIMENTARES NO ALGARVE RURAL

Com a socióloga da alimentação Maria Manuel Valagão

6 Julho (Sábado)

Ponto de encontro: 17.00 em Vila Real de Santo António

 Tradições alimentares - passos contados 2013

A cozinha no Sotavento Algarvio, estreitamente ligada ao grande universo da alimentação mediterrânica, é resultado de antigas heranças ligadas à exploração dos recursos do mar e da ria – o pescado diverso, o marisco e especialmente os bivalves –, do labor nas hortas e pomares do barrocal com variedade de hortícolas, citrinos e frutos secos (figo, amêndoa e alfarroba), bem como de tradições serranas ligadas à pastorícia, ao mel, aos antigos ciclos do pão e do porco, à caça e à utilização de ervas na aromatização das açordas e outros pratos.

Que influências deixaram romanos e árabes na nossa cozinha? De que forma o que comemos se relaciona com os recursos disponíveis no território e a sua exploração? Que trocas de produtos se estabeleciam em tempos idos entre os pescadores do litoral, os camponeses do barrocal e os montanheiros? Como é que a sazonalidade e o ciclo agrícola marcava a alimentação ao longo do ano? Como se conservavam os alimentos do mar e da terra? O que se comia e como se comia nos dias festivos? Como eram as nossas cozinhas? O que resta do nosso antigo receituário na memória dos mais velhos? São algumas das questões a que procuraremos dar resposta neste percurso, que se desenvolverá entre Vila Real de Santo António e a zona serrana do Baixo Guadiana. A terminar teremos oportunidade de degustar algumas comidas próprias da estação.

 

Passos Contados… porque os caminhos, os lugares, as pessoas contam estórias. A Câmara Municipal de Vila Real de Santo António propõe este ano novas experiências de interpretação e descodificação das paisagens culturais e naturais do sotavento algarvio. Nesta sétima edição iremos descobrir as plantas e os seus antigos usos na medicina e alimentação (Abril); ouvir relatos de viajantes, escritores e poetas sobre Cacela e Vila Real de Santo António (Maio); revisitar elementos de um Algarve antigo, entre o sagrado e o profano (Junho); descobrir antigas tradições alimentares no Algarve rural (Julho); escutar, interpretar e reproduzir os sons nocturnos da natureza (Agosto); conhecer os saberes ligados à cal e seus usos na arquitectura vernácula (Setembro); terminaremos seguindo as rotas do arqueólogo Estácio da Veiga em Cacela (Outubro).

 

Informações

Os percursos realizam-se aos Sábados e Domingos, entre Abril e Outubro.

Pontos de encontro no CIIPC (antiga escola primária) em Santa Rita, na cisterna de Cacela Velha, ou em Vila Real de Santo António na Praça Marquês de Pombal, consoante o percurso.

Para os passeios diurnos deverá trazer merenda, cantil com água, calçado confortável, roupa leve, chapéu e protector solar. Para os percursos nocturnos deverá trazer roupa quente, calçado confortável e lanterna.

A organização reserva-se o direito de anular a realização de percursos caso se verifiquem condições climatéricas adversas.

 

Este percurso contará com apoio de um autocarro.

 

Inscrições

Centro de Investigação e Informação do Património de Cacela

Antiga Escola Primária de Santa Rita

Tel./ Fax: 281 952600 | ciipcacela@gmail.com | https://ciipcacela.wordpress.com

As participações são limitadas. Inscreva-se com antecedência, deixando o seu nome e contacto.

Valor de inscrição – 3€

Neste percurso acresce o valor da refeição a pagar directamente no local onde será servida.

 

Organização

Câmara Municipal de Vila Real de Santo António

Centro de Investigação e Informação do Património de Cacela

MINI-CURSO DE COZINHA DOS NOSSOS AVÓS – Para pais e filhos (1 Dezembro, das 9h30 às 14h00, EB2,3 D. José I, VRSA)

curso de cozinha dos nossos avós_1dez.

 

MINI – CURSO DE COZINHA DOS NOSSOS AVÓS

Para pais e filhos

Queres aprender a cozinhar como os teus avós? Vem fazer e degustar algumas das receitas tradicionais algarvias e doces de Natal…

Realiza-se no dia 1 de Dezembro uma última aula do mini-curso de cozinha dos nossos avós, dirigido a pais e filhos. O curso integra-se no projecto educativo “O que comiam os nossos avós? A alimentação no Sotavento Algarvio”, desenvolvido com a comunidade educativa de Vila Real de Santo António entre 2011 e 2012.

1 Dezembro (Sábado)

Local: EB2,3 D. José I

Horário: 9h30 às 14h00

Orientado por: Familiares de crianças envolvidas no projecto

Organização: Câmara Municipal de Vila Real de Santo António / Centro de Investigação e Informação do Património de Cacela


Inscrições e Informações

As inscrições terão de ser efectuadas até dia 29 de Novembro para o correio electrónico: ciipcacela@gmail.com ou através do contacto 281952600.

Valor das inscrições: 4 euros por pessoa/inclui almoço.

Mínimo de participantes: 15 pessoas

Máximo de participantes: 25 pessoas

Fala com os teus pais e participem