Mercadinho de Natal em Cacela Velha

Mercadinho de Natal

Inscrições abertas até 27 de Novembro

Cacela Velha prepara-se para receber, no próximo dia 8 de Dezembro (Domingo), mais um Mercadinho de Natal. Velharias e artigos em segunda mão (discos, cd´s, livros, roupa, brinquedos, quadros,…); artesanato tradicional (empreita, cestaria, latoaria, cerâmica, trapologia…) e novas criações; produtos alimentares da região como o mel, pão, bolos, compotas, licores; flores; cremes e sabonetes naturais; brinquedos artesanais; livros; petiscos e música marcam mais este Mercadinho.

Se estiver interessado em participar descarregue e preencha a respectiva ficha de inscrição (artesanato, produtos alimentares, petiscos, ou velharias/2ª mão) e reencaminhe-a até ao dia 27 de Novembro para os emails abaixo indicados. Fichas de inscrição para venda de artesanato e produtos alimentares devem vir acompanhadas de fotografias dos produtos, que serão apreciadas no processo de selecção.

Durante o Mercadinho de Natal decorrerá mais uma vez o concurso “A bancada mais bem decorada do Mercadinho de Cacela Velha” para o qual os participantes do mercadinho ficam automaticamente inscritos. Se não desejar participar deve remeter email à organização na altura da confirmação da sua participação no mercadinho. Em anexo remetemos as regras do concurso.

CONCURSO

Descarregue as fichas de inscrição e consulte o documento com as regras de participação nos Mercadinhos de Cacela aqui:

Regras Mercadinhos Cacela_Setembro2015

Ficha de inscrição_Velharias_Natal_2019

Ficha de inscrição_Prod.Alimentares_Natal_2019

Ficha de inscrição_petiscos_Natal_2019

Ficha de inscrição_Artesanato_Natal_2019

Participe e divulgue!

Organização

CMVRSA/ CIIPC – Centro de Investigação e Informação do Património de Cacela

Contactos: 281 952 600

ciipcacela@gmail.com

https://ciipcacela.wordpress.com/

ADRIP – Associação de Defesa, Reabilitação, Investigação e Promoção do Património Natural e Cultural de Cacela

adrip.cacela@gmail.com

www.adripcacela.blogspot.com

 

OFICINA “BOLSAS DE PANO COM RETALHOS” Para guardar pão, feijão… e ao plástico dizer não!

Oficina Bolsas de retalhos

No âmbito da exposição de rua “Bolsas de retalhos à porta” em Santa Rita

Coser uma bolsa de pano com retalhos ou um talego (como lhe chamam em algumas zonas) fazia parte do quotidiano das nossas avós. Faziam-no aproveitando sobras de tecidos, retalhos de roupas já sem uso, combinando cores, texturas e formas ao sabor da vontade e imaginação. Não há por isso duas bolsas iguais.

Os usos eram variados: guardar o pão, feijão ou grão, as ervas para o chá, transportar o comer quando se trabalhava no campo,…. Era também com estas bolsas que as crianças iam, pelos Santos e Finados (1 e 2 de Novembro), de porta em porta pedir pelos santos, pelas almas ou pelos defuntos. Recebiam no saco: bolinhos, figos secos, amêndoas, nozes…

Numa altura em necessitamos a todo o custo de reduzir o consumo, reutilizar, reciclar e evitar o plástico, as bolsas de pano são alternativas criativas, ecológicas e sustentáveis, para o armazenamento e transporte de bens.

O planeta agradece!

Nesta oficina, cada participante vai aprender a coser a sua bolsa de retalhos.

Inscrições

Centro de Investigação e Informação do Património de Cacela

Antiga Escola Primária de Santa Rita

Tel. 281 952600 | ciipcacela@gmail.com | https://ciipcacela.wordpress.com

Lugares limitados. Sujeito a inscrição prévia

Trazer: retalhos de tecido (para a frente e forro da bolsa), agulha, linhas e tesoura.

Percurso PASSOS CONTADOS “Georrecursos de Santa Rita – usos de hoje e do antigamente”

Terminam os “Passos Contados”, passeios pedestres de interpretação da paisagem em Cacela e Vila Real de Santo António, em Novembro, com o percurso:

GEORRECURSOS DE SANTA RITA – USOS DE HOJE E DO ANTIGAMENTE

Com o geólogo Hélder Pereira

9 Novembro (Sábado); Ponto de encontro: 9h30 em Santa Rita

Ao longo deste percurso vamos poder fazer uma breve viagem no tempo e observar os vestígios das diferentes utilizações do recursos geológicos da região de Santa Rita, que vãos desde os materiais usados na edificação de túmulos megalíticos, passando pela água extraída do subsolo com o auxílio de noras, aos materiais usados na produção de cal, cerâmica e nas construção de muros e valados.

Hélder Pereira, apesar de ter nascido em Lisboa, é um apaixonado pelo Algarve, onde se fixou no início da década de 90 do século XX. É autor e coautor de vários artigos científicos publicados em várias revistas nacionais e internacionais, bem como autor e coautor de vários trabalhos na área do ensino, da divulgação e da promoção das ciências. Recentemente, foi galardoado pela pela Comissão da Casa das Ciências (projeto associado à iniciativa EDULOG da Fundação Belmiro de Azevedo) como Professor do Ano, em reconhecimento do seu mérito como docente de ciências e da sua disponibilidade de partilhar a sua experiência com os colegas. É co-fundador da GeoWalks & Talks – a primeira empresa especializada em geoturismo a operar na região.

Informações

Para os passeios diurnos deverá trazer merenda, cantil com água, calçado confortável, roupa leve, chapéu e protetor solar. A organização reserva-se o direito de anular a realização de percursos caso se verifiquem condições climatéricas adversas.

Inscrições

Centro de Investigação e Informação do Património de Cacela/CMVRSA

Antiga Escola Primária de Santa Rita

Tel. 281 952600 | ciipcacela@gmail.com | https://ciipcacela.wordpress.com

As participações são limitadas. Inscreva-se com antecedência, deixando o nome e contacto.

Valor de inscrição – 3€ (a reverter para a orientadora)

Organização

Centro de Investigação e Informação do Património de Cacela

Câmara Municipal de Vila Real de Santo António

 

EXPOSIÇÃO DE RUA “BOLSAS DE RETALHOS À PORTA”

Poster - Bolsa de Retalhos a Porta.jpg

Coser uma bolsa de pano com retalhos ou um talego (como lhe chamam em algumas regiões) fazia parte do quotidiano das nossas avós. Faziam-no aproveitando sobras de tecidos, retalhos de roupas já sem uso, combinando cores, texturas e formas ao sabor da vontade e imaginação. Muitas bolsas eram alindadas no final com biquinhos, borlas e um cordão colorido. Não há por isso duas bolsas iguais. E cada uma conta a sua história: quem a fez, quando, a partir de que peças de roupa, e para que fins.

Os usos eram variados: guardar o pão, feijão ou grão, as ervas para o chá, transportar o comer quando se trabalhava no campo,…. Era comum as noivas levarem no enxoval uma ou duas bolsas, sempre úteis no novo lar.

Era também com estas bolsas que as crianças iam, pelos Santos e Finados (1 e 2 de Novembro), de porta em porta pedir pelos santos, pelas almas ou pelos defuntos, dizendo expressões como: Pão por Deus ou Bolinho, bolinho, pela alma do defuntinho. Recebiam no saco: bolinhos, figos secos, amêndoas, nozes,…

No CIIP Cacela, com o intuito de manter vivas estas tradições associadas ao Pão por Deus e assinalar este importante período do ciclo festivo dedicado ao culto dos antepassados, desafiou-se a comunidade local para a criação de bolsas de retalhos.

Nesta exposição de rua, mostram-se as bolsas criadas pelas cerca de duas dezenas de pessoas que semanalmente se juntaram no CIIPC desde meados de Setembro.

As bolsas distribuem-se pelas portas da aldeia e lembram os peditórios rituais, feitos pelas crianças, que marcam este período festivo.

Informações

Centro de Investigação e Informação do Património de Cacela /CMVRSA

Tel. 281 952600 | ciipcacela@gmail.com | https://ciipcacela.wordpress.com

 

 

MERCADINHO DE OUTONO EM CACELA VELHA

 

Inscrições abertas até 8 de Outubro

Cacela Velha prepara-se para receber, no próximo dia 20 de Outubro (Domingo), mais um Mercadinho de Outono. Velharias e artigos em segunda mão (discos, cd´s, livros, roupa, brinquedos, quadros,…); artesanato tradicional (empreita, cestaria, latoaria, cerâmica, trapologia…) e novas criações; produtos alimentares da região como o mel, pão, bolos, compotas, licores; flores; cremes e sabonetes naturais; brinquedos artesanais; livros e música marcam mais este Mercadinho.

Se estiver interessado em participar descarregue e preencha a respectiva ficha de inscrição – artesanato, produtos alimentares, petiscos, ou velharias e 2ª mão – disponível em https://ciipcacela.wordpress.com/ e reencaminhe-a até ao dia 8 de Outubro para os emails abaixo indicados. Fichas de inscrição para venda de artesanato e produtos alimentares devem vir acompanhadas de fotografias dos produtos, que serão apreciadas no processo de selecção.

Consulte o documento com as regras de participação nos Mercadinhos de Cacela em https://ciipcacela.wordpress.com/.

Participe e divulgue!

Organização

CMVRSA/ CIIPC – Centro de Investigação e Informação do Património de Cacela

Contactos: 281 952 600

ciipcacela@gmail.com

https://ciipcacela.wordpress.com/

ADRIP – Associação de Defesa, Reabilitação, Investigação e Promoção do Património Natural e Cultural de Cacela

adrip.cacela@gmail.com

www.adripcacela.blogspot.com

Fichas de inscrição e regras participação

Ficha de inscrição_Artesanato_Outono_2019

Ficha de inscrição_Petiscos_Outono_2019

Ficha de inscrição_Prod_alimentares_Outono_2019

Ficha de inscrição_Velharias_Outono 2019

Regras Mercadinhos Cacela_Setembro2015

Oficina “PINTURA DE PLATIBANDAS ALGARVIAS COM PIGMENTOS NATURAIS”

 

Cacela Velha, 29 de Setembro, das 15h30 às 17h30

O Município de Vila Real de Santo António volta a associar-se às Jornadas Europeias do Património 2019, este ano com o tema Artes Património Lazer.

A proposta para o dia 29 de Setembro, Domingo, será uma oficina de pintura de platibandas com pigmentos naturais, organizada pelo CIIPC em Cacela Velha, que integrará o programa do Mercado das Trocas.

A platibanda (elemento horizontal de remate da parte superior da casa) é uma forma original e expressiva de ornamentação e embelezamento da casa no Algarve. É um elemento singular e identificador da arquitectura no Algarve e revela uma relação feliz entre a forma, as cores e os motivos representados.

A partir das platibandas decoradas do núcleo histórico de Cacela Velha e de outras conhecidas na região, vamos pintar platibandas num grande painel, colocado no largo da Fortaleza, com recurso a pigmentos naturais (alguns extraídos de terras da região) e cal.

 

Percurso Passos Contados “Biodiversidade no extremo oriental da Ria Formosa”

Continuam os “Passos Contados”, passeios pedestres de interpretação da paisagem em Cacela e Vila Real de Santo António, em Setembro, com o percurso:

BIODIVERSIDADE NO EXTREMO ORIENTAL DA RIA FORMOSA

Com a educadora ambiental Ana Paula Martins

22 Setembro (Domingo)

Ponto de encontro: 9h30 em Cacela Velha

O que sabemos sobre biodiversidade? De que forma a biodiversidade nos influencia? De que forma nós a influenciamos?

Todos nós de alguma forma temos vindo a tomar consciência do declínio da biodiversidade que nos rodeia. As razões são múltiplas desde a modificação, fragmentação ou destruição de habitats, passando pelas espécies exóticas invasoras, pela poluição, a sobre-exploração de recursos, pelas alterações climáticas e… aí por adiante… Também as há naturais. Como percepcionamos estas alterações na envolvente de Cacela?

Tendo por mote a biodiversidade de Cacela, propomos a realização de pequeno percurso pontilhado por conversas informais que pretendem levar-nos a questionar as nossas percepções “culturais” sobre este tema, tão presente e fundamental no nosso dia-a-dia quanto ignorado; e levar-nos a reflectir sobre o nosso papel enquanto influenciadores de estratégias e politicas locais, regionais, nacionais e internacionais de Desenvolvimento Sustentável e sustentabilidade ambiental e social.

Sobre a orientadora

Ana Paula Martins, licenciada em Ciências Sociais e Ambientais e mestre em Cidadania Ambiental e Participação iniciou o seu percurso como educadora ambiental em 1988 no Parque Natural da Ria Formosa, no presente, sob a gestão da Direcção Regional da Conservação da Natureza e Florestas do Algarve – direcção regional do ICNF.

Para além da emissão de pareceres técnicos, actividades turísticas, eventos e outros usos nas áreas protegidas, o seu trabalho envolve a preparação, orientação e acompanhamento de visitas / aulas de campo; planeamento e implementação de projectos de educação ambiental, de turismo de natureza e de conservação da natureza.

 Informações

Os percursos realizam-se aos Sábados e Domingos, entre Abril e Outubro.

Pontos de encontro em Santa Rita no CIIPC ou Cacela Velha, consoante o percurso.

Para os passeios diurnos deverá trazer merenda, cantil com água, calçado confortável, roupa leve, chapéu e protetor solar. Para os percursos noturnos deverá trazer roupa quente, calçado confortável e lanterna.

A organização reserva-se o direito de anular a realização de percursos caso se verifiquem condições climatéricas adversas.

Inscrições

Centro de Investigação e Informação do Património de Cacela/CMVRSA

Antiga Escola Primária de Santa Rita

Tel. 281 952600 | ciipcacela@gmail.com | https://ciipcacela.wordpress.com

As participações são limitadas. Inscreva-se com antecedência, deixando o nome e contacto.

Valor de inscrição – 3€ (a reverter para a orientadora)

Organização

Centro de Investigação e Informação do Património de Cacela

Câmara Municipal de Vila Real de Santo António