Percurso Passos Contados UM DIA NA SAFRA DO SAL

Continuam os “Passos Contados”, passeios pedestres de interpretação da paisagem em Cacela e Vila Real de Santo António, em Julho, com o percurso:

 UM DIA NA SAFRA DO SAL

Com os produtores de sal Jorge Filipe Raiado e Sandra Madeira e salineiros

22 Julho (Sábado); Ponto de encontro: 17h30 em Vila Real de Santo António à entrada do Arquivo Histórico Municipal

As salinas da Salmarim situam-se em plena Reserva Natural do Sapal de Castro Marim e Vila Real de Santo António, em salinas centenárias, mas num local onde se colhe sal desde a idade do ferro. E assim começa a nossa viagem, com os pés na terra, tomada às águas, séculos atrás. Com o passar dos séculos estes jardins brancos mudaram, com introdução de novas técnicas / processos de produzir sal, como a actual forma de circular a água até chegar ao cristalizador ou por razões de catástrofes naturais… até à actual flor de sal, o tal coalho que era desdenhado ao longo dos tempos, afundado, indesejado, agora colhido de modo artesanal, pacientemente…
 E como colhemos, partilhamos! Sem sal o corpo sucumbe, a alma abandona-nos, mas este prazer tem de ser moderado. Vamos fazer uma viagem através da salina, colher sal e plantas, umas mais saborosas que as outras e no final, ao fresco provar sal, entendê-lo e temperar o que se quer comer.

Estaremos no interior de uma Reserva Natural, a mais antiga de Portugal, da qual todos nós somos apenas fieis depositários dum Património Imaterial que devemos preservar. É dever de todos nós preservá-la!
 A SALMARIM nasce em 2007 do projecto familiar de Sandra e Jorge Filipe, o mesmo ano em que nasce o João, o filho mais velho. Jorge Filipe é adoptado por este terroir moldado pela mão humana, que são as salinas tradicionais de Castro Marim, e da paixão pela gastronomia surgiu o desejo de colher uma flor de sal de excelência, para os chefes de cozinha, e para ser partilhada à mesa de todos. Este reconhecimento é transversal aos gastrónomos e profissionais, tendo a Salmarim sido reconhecida em 2016 pela Confraria dos Gastrónomos do Algarve e em 2017 pela Revista Wine com prémios de Produto Artesanal.

Inscrições

Centro de Investigação e Informação do Património de Cacela/CMVRSA

Tel. 281 952600 | ciipcacela@gmail.com | https://ciipcacela.wordpress.com

As participações são limitadas. Inscreva-se com antecedência, deixando o nome e contacto e remetendo a ficha de inscrição em anexo.

Valor de inscrição – 3€ (passeio) + 2 € (degustação)

 Organização

Câmara Municipal de Vila Real de Santo António / Centro de Investigação e Informação do Património de Cacela

 

EXPOSIÇÃO – VIDA NO SAPAL DE CASTRO MARIM E VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO

Poster - Expo Vida no Sapal.jpg

 

Inaugura no Centro de Investigação e Informação do Património de Cacela/CMVRSA, em Santa Rita, na antiga escola primária, no dia 19 de Julho, 4ª feira, pelas 18h00, a exposição VIDA NO SAPAL DE CASTRO MARIM E VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO – Fotografias de Agostinho Gomes. Com o apoio da Câmara Municipal de Castro Marim

Sobre a exposição

A exposição apresenta um conjunto de cerca de 3 dezenas de fotografias sobre a vida na Reserva Natural do Sapal de Castro Marim e Vila Real de Santo António (RNSCMVRSA), nomeadamente as numerosas espécies de aves aquáticas que por lá passam, fazendo desta uma das áreas de maior interesse ornitológico do nosso país, legitimando o seu estatuto de zona húmida de importância internacional, que lhe é conferido pela Convenção de Ramsar. A “Vida no Sapal” é uma exposição inédita de uma reserva com o maior número de espécies de aves do país.

Sobre o fotógrafo

Agostinho Manuel Soromenho Gomes, natural de Castro Marim e residente em Vila Real de St. António, dedica-se, desde os anos 80, ao seu interesse pela avifauna da região do Baixo Guadiana. A sua paixão é agora traduzida nesta exposição, que surge como forma de sensibilização para a biodiversidade e necessidade de proteção das espécies existentes nesta área de importância internacional.

A exposição estará patente no CIIPC, Santa Rita até 15 de Setembro de 2017 e pode ser visitada de segunda a sexta-feira no seguinte horário: Julho e Agosto – das 9h00 às 15h00; Setembro – 9h00 – 13h00 e 14h00 –17h00.

Contamos consigo para a inauguração da exposição! Um momento especial, com a presença do fotógrafo, dia 19 de Julho, pelas 18h00, no CIIPC, em Santa Rita.

Informações

Centro de Investigação e Informação do Património de Cacela / Câmara Municipal de Vila Real de Santo António

Antiga Escola Primária de Santa Rita

Tel. / Fax: 281 952600; ciipcacela@gmail.com; https://ciipcacela.wordpress.com/

NOITES D´ENCANTO

cartaz A3 NOITES D`ENCANTO 2017.jpg

A tolerância e a convivialidade distinguiram a história do antigo al-Andalus. O Mediterrâneo e os territórios que em torno dele se organizam sempre tiveram a capacidade de atrair gentes de diferentes culturas e diferentes credos e a localização geográfica do Algarve – o antigo Gharb –, um anfiteatro natural virado para o mar, sempre facilitou, desde a Antiguidade, trocas culturais e comerciais.

Cacela, importante núcleo urbano durante este período, foi um importante ancoradouro integrado nesta densa rede de ligações e, quando os barcos aqui aportavam, vindos do Levante, traziam sempre novas modas, novos produtos, novos costumes…

Após a reconquista, ocorrida no século XIII, e tendo em conta que a população moura tinha um peso enorme no sul do território, a essência da sua presença continuou a refletir-se nos hábitos, nos costumes, nas paisagens. Ainda hoje é possível sentir de forma indelével o aroma dessa época de esplendor.

São esses tempos que pretendemos revisitar nesta 5ª edição das Noites d’Encanto. Ao longo de 4 dias, de 13 a 16 de Julho (entre as 18h00 e as 00h00), música, dança, gastronomia, mercado, animação, exposições e conversas marcarão presença nas ruas de Cacela.

Mais de 70 artesãos de diferentes culturas e credos irão conviver em harmonia e mostrar aos milhares de visitantes as suas tradições, artes e sabores.

Nesta edição, estará em destaque a música folk árabe e danças tradicionais da Síria, Turquia e Egito (sufi, tanora, bastão e espada) com os bailarinos sírios Rifai Hambrouch e Mosbah Karman. Haverá também diariamente um workshop de instrumentos de percussão do mundo árabe

Na programação cultural destaca-se a exposição “Mourasencantadas a Sul” de Sofia Pinto Correia no Pátio da Casa do Pároco, a que se associam diariamente uma série de propostas sobre este universo do nosso imaginário popular: narração de histórias e lendas, oficina criativa e tertúlia.

Este ano, o Cemitério Antigo de Cacela Velha, voltará a converter-se num salão de jogos de tabuleiro islâmicos (com a colaboração do Município de Alcoutim). Os jogos representam uma das faces lúdicas da atividade humana, desde tempos imemoriais. Os cristãos e os árabes deixaram-nos uma forte tradição lúdica, que constitui mais uma marca no nosso património cultural.

De 13 a 16 de Julho, a música e dança, a gastronomia, o souk (mercado de artesãos) marcarão presença num evento que se carateriza pela beleza da simplicidade.

As Noites d’Encanto, na sua 5ª edição, são uma organização conjunta da Câmara Municipal de Vila Real de Santo António / CIIPC, Ibérica – Eventos e espetáculos e ADRIP – Associação de Defesa do Património de Cacela.

Consulte o programa.

Apareça e junte-se à festa!

PROGRAMA NOITES D`ENCANTO

18:00 – Abertura do Souk – Mercado de Artesãos

18:00…00:00 – Espaço de Jogos Islâmicos no Antigo Cemitério

18:00…00:00 – Exposição “Mourasencantadas a Sul” de Sofia Pinto Correia no Pátio da Casa do Pároco

18:00…00:00 – Espaço de relaxamento com música árabe contemplativa

19:00…19:30 – Workshop de percussões árabes

19:30 (13 Julho) – Histórias das 1001 Noites para crianças e famílias

19:30 (14 Julho) – “Mouras Encantadas” – percurso por Cacela Velha com narração de lendas para crianças e famílias

18:30 (15 Julho) – “Era uma vez uma moura encantada” Oficina criativa de artes plásticas a partir de uma lenda para crianças e famílias

19:30 (16 Julho) – “Da lenda ao rosto – da pesquisa à criação” Tertúlia sobre o trabalho da artista plástica Sofia Pinto Correia

20:00…20:30 – Músicas e danças tradicionais da Síria

21:30…22:00 – Dança Sufi: Ritual Sema

22:30…23:00 – Música Folk Árabe (animação de ria)

23:30…00:00 – Dança Tanora

00:00 – Encerramento do Souk

OFICINAS DE VERÃO NO CIIPC

Oficinas Verao CIIPC 2017

Começam no final de Junho as Oficinas de Verão, no CIIPC em Santa Rita, para crianças e jovens. Estão abertas as inscrições!

27 de Junho (Terça-feira) – Papagaios de papel

4 de Julho (Terça-feira) – Teares com materiais naturais

11 de Julho (Terça-feira) – Arqueologia

18 de Julho (Terça-feira) – Olhos de Deus e mandalas de lã

Local

Centro de Investigação e Informação do Património de Cacela

Antiga escola primária de Santa Rita

 Público-alvo

Crianças e jovens, entre os 6 e os 14 anos

 Horário

9h30 – 12h30

 

Inscrições

Centro de Investigação e Informação do Património de Cacela

Antiga Escola Primária de Santa Rita

Tel. 281 952600

ciipcacela@gmail.com

https://ciipcacela.wordpress.com

Vagas limitadas. Inscreva-se com antecedência.

Participação gratuita

 Organização

Câmara Municipal de Vila Real de Santo António

Centro de Investigação e Informação do Património de Cacela

 

MERCADINHO DE VERÃO EM CACELA VELHA

Poster - Mercadinho de Verão

Cacela Velha recebe mais um Mercadinho de Verão, no próximo dia 25 de Junho (Domingo). Velharias e artigos em segunda mão (discos, cd´s, livros, roupa, brinquedos, quadros, …); artesanato tradicional (empreita, cestaria, latoaria, cerâmica, trapologia…) e novas criações; produtos alimentares da região como o mel, pão, bolos, compotas, conservas, licores; flores; cremes e sabonetes naturais; brinquedos artesanais; livros e música marcam mais este Mercadinho.

Quem visitar a vila histórica de Cacela Velha poderá ainda encontrar, a partir do final do dia, música e animação de rua.

Animação

Música seleccionada por Dj Yacobian

Música ao vivo com Nuno Marinho

Venha celebrar os Santos Populares e provar a sardinha assada (pela Associação de Pescadores da Manta Rota).

Apareça!

Organização

CMVRSA/ CIIPC – Centro de Investigação e Informação do Património de Cacela

Contactos: 281 952 600

ciipcacela@gmail.com

https://ciipcacela.wordpress.com/

ADRIP – Associação de Defesa, Reabilitação, Investigação e Promoção do Património Natural e Cultural de Cacela

adrip.cacela@gmail.com

www.adripcacela.blogspot.com

 

 

Percurso PASSOS CONTADOS “AGRICULTURA MEDITERRÂNICA: IDENTIDADE E MEMÓRIA”

Agricultura mosaico

Continuam os “Passos Contados”, passeios pedestres de interpretação da paisagem em Cacela, em Junho, com o percurso:

AGRICULTURA MEDITERRÂNICA: IDENTIDADE E MEMÓRIA

Passeio na natureza + oficina de sementes

Com a Engenheira hortofrutícola Ana Arsénio

4 Junho (Domingo)

Ponto de encontro: 9h30 no CIIPC em Santa Rita (passeio); 14h30 (oficina de sementes)

Em Cacela, vamos descobrir uma paisagem marcada por campos de alfarrobeiras, amendoeiras e figueiras, pomares de citrinos, olivais, culturas de sequeiro de cereais e leguminosas (favas, ervilhas e grão de bico) e hortas tradicionais. Elementos que revelam uma memória e uma identidade que será explorada na perspectiva da Agricultura Mediterrânica.

Ao longo do percurso vamos interpretar a paisagem, desde muros, sistemas de rega, toponímia dos locais, e falar dos ciclos agrícolas, das culturas (hortícolas e frutícolas de sequeiro e regadio), das técnicas de cultivo e heranças deixadas pelos nossos antepassados.

Para além do passeio interpretado decorrerá, depois do almoço, uma oficina de sementes. As variedades locais são parte da identidade local e património agrícola, fundamentais para alimentação das regiões mediterrânicas.  Esta oficina pretende informar e sensibilizar para a importância de conservar e manter a produção destas variedades.

Sugerimos que tragam uma merenda para um piquenique no campo à hora do almoço.

Ana Arsénio é técnica superior agrícola na Associação IN LOCO e licenciou-se em Engenharia Horto-Frutícola pela Universidade do Algarve. Tem participado em vários projectos ligados ao mundo rural e à agricultura biológica, nomeadamente, o PROVE e Iniciativa aHorta. Dinamiza várias oficinas sobre a temática da agricultura e é formadora em cursos de formação ligados também a esta temática. É também sócia da Associação Colher para Semear.

Inscrições

Centro de Investigação e Informação do Património de Cacela/CMVRSA

Antiga Escola Primária de Santa Rita

Tel. 281 952600 | ciipcacela@gmail.com | https://ciipcacela.wordpress.com

As participações são limitadas. Inscreva-se com antecedência, deixando o nome e contacto e remetendo a ficha de inscrição em anexo.

Valor de inscrição – 3€ (passeio e oficina)

 

Exposição DOCUMENTAR ALGARVE INTERIOR

Para Web_Poster_Cacela

Inaugura no Centro de Investigação e Informação do Património de Cacela/CMVRSA, em Santa Rita, na antiga escola primária, no dia 2 de Junho, 6ª feira, pelas 18h00, a exposição Documentar o Algarve Interior”.

“Documentar Algarve Interior” é simultaneamente o nome do projeto e o mote para esta exposição que nos leva a relembrar algumas das tradições populares e práticas expressivas que ainda se mantêm vivas e fazem parte da memória e identidade coletiva do interior algarvio.

Através de fotografias e histórias em filme pretende-se ilustrar verbal e visualmente o património cultural (imaterial e material), os territórios e as suas gentes enquanto verdadeiros protagonistas deste trabalho.

O projeto Documentar Algarve Interior tem como objetivos contribuir para a valorização do Património Cultural Local e promover a dinâmica em torno das Atividades Criativas ligadas à produção audiovisual na região. Os conteúdos vídeo foram realizados em colaboração com talentos criativos (filmmakers) locais, entre os anos 2010-2015. Esta iniciativa da associação Algarve Film Commission teve o apoio financeiro do PRODER e incidiu sobre os concelhos de Albufeira, Alcoutim, Castro Marim, Faro, Loulé, São Brás de Alportel, Tavira e Vila Real de Santo António.

A Exposição “Documentar Algarve Interior” é composta por 30 (trinta) fotografias e 9 curtas-metragens documentais, cuja tipologia se aproxima do registo etnográfico. A sessão de exibição dos filmes, com imagens recolhidas nos territórios acima mencionados, tem a duração aproximada de 60 minutos e legendas em inglês.

A exposição estará patente no CIIPC, Santa Rita até 7 de Julho de 2017 e pode ser visitada de segunda a sexta-feira no seguinte horário: 9h00 -13h00 e 14h00 – 17h00.

Informações

Centro de Investigação e Informação do Património de Cacela / Câmara Municipal de Vila Real de Santo António

Antiga Escola Primária de Santa Rita

Tel.  281 952600; ciipcacela@gmail.com