MERCADINHO DE OUTONO EM CACELA VELHA

Mercadinho de Outono 2017Inscrições abertas até 11 de Outubro

Cacela Velha prepara-se para receber, no próximo dia 22 de Outubro (Domingo), mais um Mercadinho de Outono. Velharias e artigos em segunda mão (discos, cd´s, livros, roupa, brinquedos, quadros,…); artesanato tradicional (empreita, cestaria, latoaria, cerâmica, trapologia…) e novas criações; produtos alimentares da região como o mel, pão, bolos, compotas, licores; flores; cremes e sabonetes naturais; brinquedos artesanais; livros e música voltarão a marcar este Mercadinho.

Se estiver interessado em participar preencha a respectiva ficha de inscrição e reencaminhe-a até ao dia 11 de Outubro para os emails abaixo indicados. Fichas de inscrição para venda de artesanato e produtos alimentares devem vir acompanhadas de fotografias dos produtos, que serão apreciadas no processo de selecção. Lembre-se que o tema deste Mercadinho é o Outono. Inspire-se nesta estação do ano e surpreenda-nos!

À semelhança de mercadinhos anteriores, vamos ter uma área com petiscos. Se desejar participar com venda de produtos alimentares para consumo no local, entre em contacto connosco.

Consulte documento com as regras de participação nos Mercadinhos de Cacela.

Participe e divulgue!

Organização

CMVRSA/ CIIPC – Centro de Investigação e Informação do Património de Cacela

Contactos: 281 952 600

ciipcacela@gmail.com

https://ciipcacela.wordpress.com/

ADRIP – Associação de Defesa, Reabilitação, Investigação e Promoção do Património Natural e Cultural de Cacela

adrip.cacela@gmail.com

www.adripcacela.blogspot.com

Ficha de inscrição_Velharias_Outono 2017

Ficha de inscrição_Prod_alimentares_Outono_2017

Ficha de inscrição_Artesanato_Outono_2017

Regras Mercadinhos Cacela_Setembro2015

 

 

Anúncios

Percurso PASSOS CONTADOS “Matérias vegetais e seus usos: alcofas, vassouras, vasculhos, cordas”

Percurso usos mat vegetais.jpg

Continuam os “Passos Contados”, passeios pedestres de interpretação da paisagem em Cacela e Vila Real de Santo António, em Setembro, com o percurso:

MATÉRIAS VEGETAIS E SEUS USOS: ALCOFAS, VASSOURAS, VASCULHOS, CORDAS

Com artesãos do baixo guadiana

24 Setembro (Domingo) – Ponto de encontro: 9h30 em Santa Rita

 

A flora, rica e diversa, oferece-se desde tempos imemoriais a múltiplos usos.

A cestaria em cana é no Algarve uma atividade característica das zonas ribeirinhas do Vale do Guadiana, onde crescem abundantes canaviais. O entrelaçar da cana permite fazer os mais variados cestos, instrumentos de trabalho essenciais nas tarefas agrícolas e para o armazenamento e transporte de produtos.

A partir da palmeira anã fazem-se alcofas e balaios para acondicionar produtos agrícolas, esteiras para guardar e secar figos, gorpelhas para muares ou burros que acarretavam a azeitona, capacheiras para dentro se moer milho para o xerém, pinceis para caiar…Começava-se cedo nas artes da empreita, com as raparigas ajudando aos serões as mães a entrançar a palma em longas fitas.

Com a tabúa, que encontramos nas margens e leitos dos ribeiros depois de cortada e seca, faz-se o empalhamento dos assentos dos bancos e cadeiras com pés de loendro, tão tradicionais nas casas de fogo algarvias.

Da piteira, que encontramos nos valados a limitar as propriedades, tira-se o fio de pita com que se faziam as cordas para tirar água dos poços, para as rédeas das mulas ou as fundas para os pastores atirarem ao gado, …

Antigamente, também as vassouras e vasculhos usados para o asseio das casas se faziam-se com folhas de palma ou de esparto unidas à volta de um cabo de madeira ou cana com baracinha (um cordel delgado de palma ou esparto).

Nos meios rurais mantêm-se vivos alguns destes saberes e técnicas e transmitidos de geração em geração pela oralidade e observação. Através do contacto com artesãos no Baixo Guadiana, vamos conhecer os usos antigos de diversas matérias vegetais (palmeira anã, pita, cana, tabua, esparto…) disponíveis no território.

O percurso está integrado na programação das Jornadas Europeias do Património, este ano com o tema “Património e Natureza”. 

 

Inscrições

Centro de Investigação e Informação do Património de Cacela/CMVRSA

Antiga Escola Primária de Santa Rita

Tel. 281 952600 | ciipcacela@gmail.com | https://ciipcacela.wordpress.com

As participações são limitadas. Inscreva-se com antecedência, deixando o nome e contacto.

Valor de inscrição – 3€

Organização

Câmara Municipal de Vila Real de Santo António

Centro de Investigação e Informação do Património de Cacela

 

POESIA NA RUA EM CACELA VELHA

Poster - Poesia na Rua

As ruas da vila histórica de Cacela Velha voltam a encher-se de poesia, a 16 de Setembro, com mais uma edição da «Poesia na Rua».

Durante todo o dia, os recantos desta localidade – onde as ruas possuem topónimos dedicados a poetas que escreveram sobre Cacela ou ali viveram – oferecem aos visitantes sessões de poesia, conversas, apresentações de livros, mesas redondas, um mercado de rua com livros e produtos locais, bem como oficinas criativas para os mais novos.

A iniciativa tem como ponto de partida a herança poética de Ibn Darraj al-Qastalli, natural de Cacela, onde nasceu em 958, bem como de outros poetas que nasceram ou se inspiraram em Cacela Velha, como Abû al-‘Abdarî, Sophia de Mello Breyner Andresen, Eugénio de Andrade, Teresa Rita Lopes ou Adolfo C. Gago.

E porque esta é uma festa em redor das palavras, haverá muitas obras para ler e consultar diante do magnífico cenário natural de Cacela Velha, bem como um «estendal de poesia» onde cada visitante será convidado a deixar o seu poema ou levar consigo aquele que mais gostar.

O programa começa às 10h30, com atividades para os mais novos, onde se destaca a caça ao poema, hora do conto, leitura de poemas e oficinas criativas: «Palavras que voam nas asas de uma borboleta» e construção de mandalas de lã a partir de poemas do livro «Pó de estrelas» de Jorge Sousa Braga.

A partir das 15h30 tem lugar a apresentação das obras «Púrpura Voz», de Adão Contreiras, «Este obscuro objecto do desejo», de Tiago Nené e do nº1 da revista «Poesia a Sul».

Ao longo da tarde, haverá ainda espaço para a conversa «Ontem, hoje, amanhã: a poesia do/no Algarve está viva e recomenda-se?», moderada por Fernando Cabrita e para a mesa redonda «Escrever Poesia – Porquê? Para quê? Para quem?» moderada por Adriana Freire Nogueira.

O programa integra também a performance «Quem quer ser poeta?», o percurso poético «A poesia é um imenso território de amor», bem como a apresentação de livros com os Poetas do Guadiana.

À noite, pelas 21h30, a festa da poesia encerra, com poemas ao ritual de Cacela – terra de poesia, onde cada participante poderá livremente declamar poesia. A sessão contará com o acompanhamento musical dos «Funkarmonica».

A «Poesia na Rua» é uma iniciativa organizada pela Câmara Municipal de Vila Real de Santo António / Centro de Investigação e Informação do Património de Cacela. A entrada é livre.

Consulte o programa – Flyer – Poesia na Rua

MERCADO DE TROCAS EM CACELA VELHA

Print

 

No próximo dia 23 de Setembro decorrerá em Cacela Velha, a 12ª Edição do Mercado de Trocas. Um Mercado alternativo que pretende sensibilizar e envolver a comunidade na iniciativa de trocar bens ou serviços de forma directa sem recorrer a dinheiro, tal como acontecia no passado, antes do recurso à moeda.

Nesta edição, para além das Trocas que poderão ocorrer entre os participantes e visitantes, decorrerá previamente um piquenique partilhado.

Ao longo do evento haverá ainda, a Troca de saberes, com artesãos a partilhar os seus saberes fazeres.

A dança também marca presença convidando os visitantes a participar.

Horários e Atividades:

Piquenique = 13:00 às 14:00

Mercado = 14:00 às 17:30

Atividades Lúdicas = 15:30 às 17:30

Modalidades de Participação, existem 2 possibilidades:

1.ª – Destina-se a participantes que tenham artigos suficientes para expor numa banca. Estes participantes terão que efectuar uma inscrição prévia, onde conste o material de que precisam e quais os produtos que vão ter para troca.

2.ª – Destina-se a visitantes do mercado que, no caso de levarem algum produto para troca, também poderão participar no mesmo, fazendo uma troca directa do seu produto por outro.

Este projecto, que teima em insistir numa economia solidária, tem a organização do Banco Local de Voluntariado, e a colaboração do Centro Investigação e Informação do Património de Cacela (CIIPC) e da Associação de Defesa, Reabilitação, Investigação e Promoção do Património Natural e Cultural (ADRIP).

Participe!

Solicite ficha de inscrição para ciipcacela@gmail.com ou voluntariado@cm-vrsa.pt

CICLO DE CINEMA “SOB AS ESTRELAS EM CACELA VELHA” 2017

Poster - Sob as Estrelas.jpg

Este Verão, o velho portão de ferro do antigo cemitério de Cacela Velha abre-se novamente para dar entrada a quem, à noite, sob as estrelas, quiser assistir a alguns dos melhores documentários da atualidade. O ciclo “Sob as estrelas em Cacela Velha” propõe nesta oitava edição, mais 2 sessões de cinema, com a seguinte programação:

30 de Agosto

NOSTALGIA DA LUZ, Patricio Guzmán, 2010, 90’

6 de Setembro

PAULA REGO, HISTÓRIAS E SEGREDOS, Nick Willing, 2017, 92’

 

As sessões decorrerão sempre às 22h00, no Cemitério Antigo de Cacela Velha (ao ar livre).

Entrada – 2,50 € | Entrada livre para residentes

Organização: Câmara Municipal de Vila Real de Santo António / Centro de Investigação e Informação do Património de Cacela, com a colaboração do Cineclube de Faro

Continuam os “Passos Contados”, passeios pedestres de interpretação da paisagem em Cacela e Vila Real de Santo António, em Agosto, com o percurso:

OBSERVANDO AS ESTRELAS E AS CONSTELAÇÕES

Com os astrónomos Filipe Dias e Ricardo Freitas

26 Agosto (Sábado)

Ponto de encontro: 21h00 em Santa Rita

O Céu sobre Santa Rita, após o ocaso de Júpiter e do crescente lunar, mostrar-nos-á algumas figuras desenhadas com estrelas que nos ajudarão a guiar o percurso através de pontos pitorescos de relevo nesta vila. Será uma viagem no tempo, guiada pelas orientações das estrelas, das histórias nelas contadas, e das vidas pelos habitantes vividas. Como se o percurso fosse um caminhar no tempo, observaremos as mudanças na paisagem celeste de verão, quer com os próprios olhos desarmados — entre um guardião da carroça, um escorpião e um cavalo alado — quer mais de “perto” com diferentes telescópios.
Filipe Dias é Mestre em Computação Gráfica e Multimédia, após Licenciatura em Engenharia Informática e Computadores também pelo Instituto Superior Técnico da Universidade de Lisboa. A ligação à Astronomia estabeleceu-se em 2005 e colabora nesta área com o Centro Ciência Viva do Algarve desde 2009, onde é agora responsável por estas atividades.

Ricardo Freitas é licenciado em Engenharia Física pela Universidade de Aveiro. Desde 2012 que exerce funções no Centro Ciência Viva de Tavira em comunicação de ciência nas suas diversas áreas. Em 2014, começou o seu interesse pela astronomia quando participou num projecto com uma escola e actualmente é o responsável da astronomia neste centro.

Informações

Os percursos realizam-se aos Sábados e Domingos, entre Abril e Outubro.

Pontos de encontro em Santa Rita no CIIPC (antiga escola primária), Cacela Velha (junto à cisterna) ou em Vila Real de Santo António (à porta do Arquivo Histórico Municipal), consoante o percurso.

Para os passeios diurnos deverá trazer merenda, cantil com água, calçado confortável, roupa leve, chapéu e protetor solar. Para os percursos noturnos deverá trazer roupa quente, calçado confortável e lanterna.

A organização reserva-se o direito de anular a realização de percursos caso se verifiquem condições climatéricas adversas.

 

Inscrições

Centro de Investigação e Informação do Património de Cacela/CMVRSA

Antiga Escola Primária de Santa Rita

Tel. 281 952600 | ciipcacela@gmail.com | https://ciipcacela.wordpress.com

As participações são limitadas. Inscreva-se com antecedência, deixando o nome e contacto e remetendo a ficha de inscrição em anexo.

Valor de inscrição – 3€ (passeio)

Organização

Câmara Municipal de Vila Real de Santo António

Centro de Investigação e Informação do Património de Cacela

Continuar a ler

CLÁSSICA EM CACELA

CLÁSSICA EM CACELA – Ciclo de concertos

Quartetos de Cordas

8ª edição

Cacela Velha, Agosto 2017

22h

Pretendendo ser uma alternativa erudita e de qualidade dentro da oferta cultural de Verão do sotavento algarvio e apostando ao mesmo tempo nos jovens talentos e em repertórios menos familiares do grande público, o ciclo de música “Clássica em Cacela” entra este ano na sua 8ª edição. Os espectáculos têm decorrido em lugares de interesse patrimonial na aldeia de Cacela Velha, como a Igreja de N. Srª da Assunção e o antigo cemitério.

Este ano, com o tema Quartetos de Cordas, o ciclo traz a Cacela Velha dois quartetos Suonart e Prana. Ambos actuarão no Cemitério Antigo da vila.

O ciclo «Clássica em Cacela» tem a direção artística da flautista algarvia Teresa Matias e é organizado pelo Município de Vila Real de Santo António, em colaboração com a Associação Música XXI.

PROGRAMA

17 de Agosto, Cemitério antigo

Quarteto Suonarte, Miguel Simões (direcção musical)

Miguel Simões, Rui Manuel Castro Moreira, Matilde Araújo, Joana Rocha

Shostakovich – Quarteto nº 8

A. Borodin – Quarteto nº 2

 

24 de Agosto, Cemitério antigo

Quarteto Prana, Nuno Abreu (direcção musical)

Nuno Abreu, José Pereira, Joana Cipriano, Ana Pereira

Erwin Schulhoff – “Five Pieces for String Quartet”  

Franz Schubert – Quarteto Nº 14 em Ré menor, “A Morte e a donzela”

 

Entrada

6€ › Cemitério antigo

 Informações e Reservas bilhetes

281 952 600 / ciipcacela@gmail.com

96 704 34 35 / classicaemcacela@gmail.com

www.classicaemcacela.wordpress.com

 

Organização

Câmara Municipal de Vila Real de Santo António

Direcção artística

Teresa Matias

 Colaboração

Associação Música XXI