Patrimónios da nossa água, 2007

O património hidráulico – minas, canhas, poços, noras, aquedutos, tanques, cisternas e represas – que marca e identifica ainda hoje o território algarvio, foi ponto de partida para que a comunidade educativa, através de visitas a noras, sessões de contos populares sobre a água, identificação de engenhos hidráulicos na envolvente da escola e da casa, oficinas de desenho e pintura, ficasse a conhecer uma paisagem cultural de hortas, pomares e fazendas trabalhada pelo homem século após século, onde se sobrepõem heranças de romanos, árabes e populações que lhes sucederam.

Como se elevava a água dos poços e rios? Como era conduzida para a rega de hortas e pomares? Que cultos e crenças permanecem ligados às fontes e poços? Foram algumas das questões que orientaram o trabalho dinamizado com a comunidade educativa ao longo de um ano lectivo. Depois da apresentação nas escolas de um diaporama sobre o património hidráulico da região, as crianças partiram à descoberta de fontes, poços, noras na envolvente da escola e da sua casa. Durante a Primavera, visitaram a nora do pomar das laranjeiras onde observaram o funcionamento dos engenhos, e no cimo da nora ouviram contos e lendas sobre a água, pela voz de duas contadoras. Durante o Verão, dinamizou-se ainda uma Oficina de Expressão Artística em que visitaram e desenharam noras, fontes e poços. Do projecto resultou uma exposição sobre o tema integrando trabalhos desenvolvidos pelas crianças.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s